sábado, 26 de novembro de 2016

Sem pernas e sem pontaria


Uma exibição de merda, uma arbitragem de merda, um banco de merda, um relvado de merda, um adversário de merda, um jogo de merda e um resultado de merda. É este o resumo perfeito do jogo que o FC Porto foi fazer ao Restelo.

Ainda esta semana elogiei o trabalho de Telmo Sousa e António Dias - recuperador e preparador físico, respectivamente - e essa ideia mantém-se, mas não há milagres. Hoje o cansaço fez-se notar na esmagadora maioria dos atletas do FC Porto e isso pesou no discernimento que podia ter valido a vitória na recta final do jogo caso a equipa tivesse tido algum. A sobreutilização desta equipa tem sido um dos pecados de Nuno e os problemas começam agora a aparecer.

Os Dragões tiveram sempre muita dificuldade em ultrapassar a defesa do Belenenses e as entradas de Depoitre, André André e Varela nada acrescentaram ao jogo, o que me faz entender o porquê do treinador portista usar sempre os mesmos, mas, ao mesmo tempo, me deixa revoltado por ver Brahimi ficar constantemente fora dos convocados. Será que Suk não tinha mesmo lugar neste plantel?

Vem aí a Taça da Liga. A única coisa que espero desta competição é que se dê descanso aos onze que começaram os últimos dois jogos. Ainda não é tarde para vencer o campeonato, mas é preciso atirar. De uma vez por todas.